Leituras Dramáticas – 80PLÍNIOS

ethos2

LEITURAS DRAMÁTICAS – PROJETO 80PLÍNIOS

Sextas de maio, 19h30. Classificação: 18 anos.

40 convites por sessão. Retirar com antecedência na portaria da Biblioteca.

O grupo teatral Ethos, de Americana, celebra os oitenta anos do saudoso Plínio Marcos com uma série de intensas leituras dramáticas de obras premiadas do seminal dramaturgo. Além das leituras, cada noite terá extras e surpresas imperdíveis.

 

Dia 08 – Abajur lilás (1969)

Escrita há mais de 40 anos, no ápice da repressão e da censura pela ditadura militar no Brasil, O Abajur Lilás, de Plínio Marcos, retrata a amarga realidade de personagens marginalizadas. Com uma linguagem naturalista e visceral, a obra apresenta um universo de violência e opressão onde prostitutas são submetidas aos abusos de um inescrupuloso dono de prostíbulo e seu violento serviçal. Um ambiente onde os jogos de poder e os conflitos de interesses podem reduzir o valor da vida a menos que um abajur lilás.

 

Dia 15 – A dança final (1994)

É a primeira montagem de um dos últimos textos de Plínio Marcos. A DANÇA FINAL é uma comédia tendo como tema a classe média, e enfoca a relação de um casal que após vinte e cinco anos de casados, com dois filhos, boa situação financeira, tem seu dia a dia modificado quando o marido fica impotente. Discussões banais sobre a piscina, a sauna do prédio, as vizinhas, a situação dos filhos na escola e seu futuro, a troca do carro, ganham nova dimensão. A mulher quer comemorar os vinte e cinco anos com a tradicional festa de “Bodas de Prata”, com direito a Igreja, salão de festas com bufê e orquestra e o famoso hotel em Poços de Caldas. Com a impotência do marido, começa uma insólita discussão sobre quando vai acontecer a segunda lua de mel. O contrato com a orquestra e o bufê já foram pagos pela mulher.

 

Dia 22 – Navalha na carne (1967)

A ação se passa no quarto de um bordel e trata dos conflitos de três personagens: a prostituta Neusa Sueli, seu cafetão, Vado, e o homossexual Veludo. Vado maltrata a ambos e, no fim, é intimado por Neusa a fazer sexo com ela, ameaçado por uma navalha. Ele se nega e a abandona.

 

Dia 29 – Dois perdidos numa noite suja (1966)

Dois farrapos humanos ligados por uma relação complexa, de companheirismo e inimizade, de ódio visível e, também, quem sabe, afeição subterrânea. Juntos, não chegam a constituir um par de amigos. Mas, separados, mergulhariam na solidão, o que seria ainda pior. O diálogo que travam é uma exploração constante das fraquezas recíprocas, um intercâmbio de pequenos sadismos. São duas figuras dramáticas. A linguagem da peça é tão suja quanto a noite que envolve as personagens, segundo o título, certamente a mais desbocada que já vimos em peça nacional.

Agenda 2015 Maio

Agenda 2015 - 05.

EXPOSIÇÃO “Olhares em risco: o giz e a arte de Afonso Escanhola”
De 07 a 29 de maio

Retratos em giz de cera sobre papel e óleo sobre tela do artista visual americanense Afonso Escanhola.

LEITURAS DRAMÁTICAS – PROJETO 80PLÍNIOS
Sextas, 19h30. Classificação: 18 anos.
40 convites por sessão. Retirar com antecedência na portaria da Biblioteca.

O grupo teatral Ethos, de Americana, celebra os oitenta anos do saudoso Plínio Marcos com uma série de intensas leituras dramáticas de obras premiadas do seminal dramaturgo. Além das leituras, cada noite terá extras e surpresas imperdíveis.

Dia 08 – Abajur lilás (1969)
Escrita há mais de 40 anos, no ápice da repressão e da censura pela ditadura militar no Brasil, O Abajur Lilás, de Plínio Marcos, retrata a amarga realidade de personagens marginalizadas. Com uma linguagem naturalista e visceral, a obra apresenta um universo de violência e opressão onde prostitutas são submetidas aos abusos de um inescrupuloso dono de prostíbulo e seu violento serviçal. Um ambiente onde os jogos de poder e os conflitos de interesses podem reduzir o valor da vida a menos que um abajur lilás.

Dia 15 – A dança final (1994)
É a primeira montagem de um dos últimos textos de Plínio Marcos. A DANÇA FINAL é uma comédia tendo como tema a classe média, e enfoca a relação de um casal que após vinte e cinco anos de casados, com dois filhos, boa situação financeira, tem seu dia a dia modificado quando o marido fica impotente. Discussões banais sobre a piscina, a sauna do prédio, as vizinhas, a situação dos filhos na escola e seu futuro, a troca do carro, ganham nova dimensão. A mulher quer comemorar os vinte e cinco anos com a tradicional festa de “Bodas de Prata”, com direito a Igreja, salão de festas com bufê e orquestra e o famoso hotel em Poços de Caldas. Com a impotência do marido, começa uma insólita discussão sobre quando vai acontecer a segunda lua de mel. O contrato com a orquestra e o bufê já foram pagos pela mulher.

Dia 22 – Navalha na carne (1967)
A ação se passa no quarto de um bordel e trata dos conflitos de três personagens: a prostituta Neusa Sueli, seu cafetão, Vado, e o homossexual Veludo. Vado maltrata a ambos e, no fim, é intimado por Neusa a fazer sexo com ela, ameaçado por uma navalha. Ele se nega e a abandona.

Dia 29 – Dois perdidos numa noite suja (1966)
Dois farrapos humanos ligados por uma relação complexa, de companheirismo e inimizade, de ódio visível e, também, quem sabe, afeição subterrânea. Juntos, não chegam a constituir um par de amigos. Mas, separados, mergulhariam na solidão, o que seria ainda pior. O diálogo que travam é uma exploração constante das fraquezas recíprocas, um intercâmbio de pequenos sadismos. São duas figuras dramáticas. A linguagem da peça é tão suja quanto a noite que envolve as personagens, segundo o título, certamente a mais desbocada que já vimos em peça nacional.

INSCRIÇÕES DO 16º SALÃO DE HUMOR DE AMERICANA
Até 30 de maio

O salão é realizado pelo Prof. Geraldo Basanella, na ETEC Polivalente. Os interessados em participar devem enviar suas fichas de inscrição e trabalhos para a Biblioteca de Americana. O regulamento completo está no site: http://www.bibliotecadeamericana.com. Participe!

TENDA LEVE E LEIA
Dia 29, sexta, a partir das 9h

Distribuição gratuita de livros e revistas em frente à Biblioteca, na Praça Comendador Müller.

CINE BIBLIOTECA – Festival Stop Motion
Quartas-feiras, 14h

Dia 06 – O Fantástico Sr. Raposo (Fantastic Mr. Fox)
Aventura / 79 min. / EUA / 2009 / Dublado / Classificação: 10 anos

O ladino Sr. Raposo casou-se e virou pai, porém não resiste aos instintos e volta a aplicar seus velhos golpes, colocando sua reputação e sua vida familiar em jogo.

Brilhante animação de bonecos do texano Wes Anderson, que realiza aqui a melhor adaptação de obra do escritor britânico Roald Dahl (A fantástica fábrica de chocolate e Matilda).

Dia 13 – Wallace & Gromit: A batalha dos vegetais (The curse of the Were-Rabbit)
Aventura / 85 min. / ING / 2005 / Dublado / Classificação: Livre

Wallace, e seu fiel companheiro canino Gromit, precisam descobrir o mistério por detrás dos ataques as plantações da vila, antes que os estragos acabem com o torneio anual de vegetais!

Os filmes de “massinha” da produtora Aardman são provavelmente os mais esmerados da história do cinema, e Gromit, sempre silencioso e prestativo, é uma das maiores criações da história do stop-motion.

Dia 20 – Uma cidade chamada Pânico (Panique au village)
Comédia / 75 min. / FRA / 2009 / Dublado / Classificação: 10 anos

Os aloprados Índio e Cowboy resolvem presentear o Cavalo construindo uma churrasqueira em sua casa, mas erram a mão e se metem em uma grande enrascada. O que fazer? Aventura? Romance? Tijolos? A vida também pode ser dura para brinquedos de plástico.

Esta tresloucada animação de bonecos francesa, realizada artesanalmente em stop-motion, ganhou excelente dublagem em português e tornou-se cult para os aficcionados por animações surreais. O chapeleiro de Wonderland iria adorar.

Dia 27 – James e o pêssego gigante (James and the giant peach)
Aventura / 79 min. / USA / 1996 / Dublado / Classificação: Livre

Um órfão que vive sendo maltratado por suas duas tias, e únicas parentes conhecidas, torna-se amigo de um grupo de insetos que moram em um enorme pêssego. Juntos, resolvem aventurar-se em uma jornada pelo oceano, até a cidade de Nova York. Longe das tias, e em busca dos sonhos.

O diretor Henry Selick é responsável por uma revolução no mundo da animação stop-motion, dirigindo clássicos como “O Estranho Mundo de Jack” e “Coraline”. James e o pêssego gigante é adaptado da obra de mesmo nome do escritor britânico Roald Dahl, o mesmo de “O Fantástico Senhor Raposo”.

Dias sem atendimento
Dia 01, sexta, feriado.

Horário de funcionamento
Segunda a sexta, das 9h às 18h

Novidades no acervo 2015 Abril

O mês está acabando, mas as novidades não!

Muitos lançamentos, e destaque para as coleções. Quem queria ler a saga Maze Runner pode comemorar, já que ela chega completa ao acervo, que também ganha os exemplares que faltavam da coleção Rangers, a Ordem dos Arqueiros.

Boa leitura!

Novidades - 2015 - Abril - 01.A bibliotecária de Auschwitz (Antonio Iturbe)
Recordação Mortal – série Mortal, v.22 (J. D. Robb)
O Fogo – Bruxos e bruxas, v.03 (James Patterson)
O bicho-da-seda – Cormoran Strike, v.02 (Robert Galbraith)

Corra, Alex Cross – Alex Cross, v.20 (James Patterson)
Bruxa da noite – Primos O’ Dwyer, v.01 (Nora Roberts)
O trem dos órfãos (Christina Baker Kline)
Garota exemplar (Gillian Flynn)

Novidades - 2015 - Abril - 011.

O cravo na lapela (Vera Lúcia M. de Carvalho)
Um amor perfeito – Caribou crossing, v.01 (Susan Fox)
Para Sir Phillip, com amor – Os Bridgertons, v.05 (Julia Quinn)
Apenas um dia – Apenas, v.01 (Gayle Forman)

Para onde ela foi – Se eu ficar, v.02 (Gayle Forman)
Um romance Inesquecível (J. R. Ward)
Felizes para sempre – Quarteto de noivas, v.04 (Nora Roberts)
A mulher silenciosa (A. S. A. Harrison)

Novidades - 2015 - Abril - 0111.

Feiticeiro do norte – Rangers, v.05 (John Flanagan)
Cerco a Macindaw – Rangers, v.06 (John Flanagan)
Resgate de Erak – Rangers, v.07 (John Flanagan)
Reis de Clonmel – Rangers, v.08 (John Flanagan)

Halt em perigo – Rangers, v.09 (John Flanagan)
Imperador de Nihon-Já – Rangers, v.10 (John Flanagan)
Histórias perdidas – Rangers, v.11 (John Flanagan)
Arqueiro do rei – Rangers, v.12 (John Flanagan)

Novidades - 2015 - Abril - 02.

Pois é, acho que eu tenho superpoderes – Querido diário otário, v.11 (Jim Benton)
Eu! (Igualzinha a você, só que melhor) – Querido diário otário, v.12 (Jim Benton)
Maré de azar – Diário de um banana, v.08 (Jeff Kinney)
Rio (Lexa Hillyer)

O menino que vendia palavras (Ignácio de Loyola Brandão)
Castelo Ra-Tim-Bum: o livro (Cao Hamburger)
Lé com cré (José Paulo Paes)
Eu não vou sair daqui! (Paul Bright)

Novidades - 2015 - Abril - 022.

A Captura – A lenda dos guardiões, v.01 (Kathryn Lasky)
Mão de Ferro – Coração de pedra, v.02 (Charlie Fletcher)
O destino – As aventuras do caça-feitiço, v.08 (Joseph Delaney)
O doador de memórias – O doador, v.01 (Lois Lowry)

Correr ou morrer – Maze Runner, v.01 (James Dashner)
Prova de fogo – Maze Runner, v.02 (James Dashner)
A cura mortal – Maze Runner, v.03 (James Dashner)
Ordem de extermínio – Maze Runner, v.04 (James Dashner)

Novidades - 2015 - Abril - 0222.

Foco: a atenção e seu papel fundamental para o sucesso (Daniel Goleman)
Ronnie Von, o príncipe que podia ser rei (Antonio Guerreiro)
A teoria de tudo: a extraordinária história de Jane e Stephen Hawking (Jane Hawking)
Crianças francesas não fazem manha (Pamela Druckerman)

Paul McCartney: uma vida (Peter Ames Carlin)
Um gato de rua chamado Bob (James Bowen)
Philia (Padre Marcelo Rossi)
O encontro inesperado (Zibia Gasparetto)

Feira de Troca de Livros 2015 – Abril

Feira de troca 2015 - 04.

Evento tradicional do calendário de atividades da Biblioteca de Americana, a Feira de Troca de Livros acontece semestralmente, em abril e outubro.

A iniciativa pretende promover a prática da leitura, e estimular a circulação das obras entre os leitores, democratizando o acesso e oferecendo ao público a oportunidade de renovar suas bibliotecas pessoais sem custo, bem como angariar novos títulos para o acervo municipal.

O evento também contabiliza pontos para o município de Americana no ranking do programa “Município Verde e Azul” da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

As duas edições de 2014 somaram 226 participantes, que trocaram um volume de 1650 livros. Para esta edição a Biblioteca disponibilizará mais de 600 livros, em excelente estado, dos mais variados temas e gêneros literários.

Para participar, basta trazer livros em bom estado de conservação, garimpar entre os disponíveis e negociar sua troca, lembrando que não serão trocados livros didáticos, técnicos ou enciclopédias.